Resenha | O Doador de Memórias (Lois Lowry)

Hoje volto com mais uma resenha de distopia maravilhosa, perfeita. Sim, estou falando de O Doador de Memórias.




   Li este maravilhoso livro no final do ano passado, e não poderia te-lô feito em momento mais oportuno.
     Tenho um Fascínio extremamente grande por distopias e O Doador de Memórias não podia deixar de fazer jus a sua fama.
   Se você acha que o livro é recente, ai que você se engana. O mesmo obteve sua primeira publicação em 1993  com o título de O Doador e atualmente é publicado aqui no Brasil pela editora Arqueiro com a capa do filme( o que não gosto muito mas...).

  O Doador de Memórias conta a história do pequeno menino Jonas que vive em uma sociedade utópica, perfeita onde não existe dor, desigualdade, guerras e nem conflitos entre as pessoas, mas, eles também não tem amor, e sentimentos reais.
  Todas as pessoas que vivem nesta sociedade estão satisfeitas em como levam a vida, simples, pacata e estável, essas pessoas apenas se preocupam com o presente e desconhecem o futuro e o passado.
  Todas as lembranças do passado e de como o mundo antigo era foram tiradas e transferidas para uma unica pessoa, responsável por ser o guardião de todas as memórias e responsável por proteger o povo do sofrimento, e quando necessário orientar os dirigentes da sociedade.
   Aos 12 anos, toda criança é designada a profissão que irá seguir por toda sua vida, e é ai que Jonas recebe a honra de se tornar o próximo guardião das memórias e passará por um treinamento difícil que ira exigir muito dele.
   Após começar seu treinamento Jonas começa a ver um mundo completamente diferente do que ele conhece, e muda a sua percepção sobre a real sociedade na qual ele vive.
    

  O que mais me chamou atenção neste livro é em como a sociedade se porta diante dele, acomodada na utopia criada para seu convívio, sem questionamento, sem sentimentos.
 Eles basicamente não se importam com o que acontece ao seu redor, o governo controla absolutamente tudo e eles não se inclinam a questionar nada, pelo contrario, quando algo fora do contexto acontece eles tendem repudiar o ato. Até a concepção de família não existe, é tudo apenas um ciclo que ao final é deixado pra trás como se nunca houvesse existido.
  Eu fique profundamente emocionada  com Jonas e sua simplicidade e pureza, não tenho duvidas ao indicar este livro , pois, é um dos meus favoritos, chorei litros e mais litros de lágrimas com um final que e deixou a pensar em como é o mundo deles e como o nosso próprio mundo é  .

  O filme só me fez derramar o resto de lagrimas que ainda restavam em mim após ler o livro, excelente adaptação, com algumas modificações que foram necessárias e que se encaixaram perfeitamente.

Título Original: The Giver
Titulo Nacional: O Doador de Memórias
Autor: Lois Lowry
Editora: Arqueiro
Ano: 2009

Por: Edilaine Vasconcelos.
  



0 comentários:

Postar um comentário

 
|